segunda-feira, 12 de março de 2012

Paralisação dos professores começa a partir desta quarta

Professores da rede pública de vários estados, inclusive na Bahia, ameaçam paralisar as atividades nos próximos dias 14, 15 e 16 para cobrar de estados e prefeituras o piso nacional do magistério. A lei, que criou a remuneração mínima para a categoria, foi aprovada em 2008, mas segundo os professores, até hoje gera polêmica e não é cumprida em muitos estados e municípios.

Os gestores alegam não ter recursos para pagar o piso que é de 1.451,00. A pauta de reivindicações é seguinte:


- Ampliar o investimento em educação para 10% do Produto Interno Bruto (PIB), ao longo da próxima década, e exigir a aprovação do novo Plano Nacional de Educação;

- Garantir o cumprimento imediato e integral da lei federal nº 11.738, que vincula o piso salarial profissional nacional à carreira do magistério;

- Implementar a gestão democrática em todas as escolas e os sistemas de ensino, conforme preceitua as normas educacionais e o Estatuto da Criança e do Adolescente;

- Impedir a terceirização das funções escolares, sobretudo daquelas desempenhadas pelos funcionários da educação; e
- Assegurar outras pautas locais da educação e de seus trabalhadores.


Fonte: Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE)

Um comentário:

  1. LEIA MATÉRIA COMPLETA SOBRE O QUE FAZER PARA PARALISAÇÃO EM DEFESA DO PISO SER REALMENTE EFICAZ E QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS DIFICULDADES PARA TORNAR REAIS OS DIREITOS PREVISTOS NA CONSTITUIÇÃO E NA LEI DO PISO - UMA ANÁLISE INCLUSIVE SOBRE O PAPEL DE CADA ATOR SOCIAL ENVOLVIDO: http://valdecyalves.blogspot.com/2012/03/as-formas-de-ataque-lei-do-piso.html

    ResponderExcluir