domingo, 6 de novembro de 2011

Crack: 64% dos municípios brasileiros sofrem com efeitos da droga

Uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) aponta que 63,7% das cidades brasileiras sofrem com problemas causados pela disseminação do crack, principalmente a sobrecarga dos sistemas de saúde locais. O levantamento ouviu 4,4 mil das 5.563 prefeituras do país e 58,5% delas sinalizaram que a circulação do crack e de outras drogas tem provocado problemas preocupantes na segurança. Para 44,6%, o serviço de assistência social também tem sido seriamente afetado. Entre os principais problemas detectados está o aumento da violência, inclusive com a crescente incidência de estudantes armados nas escolas. Outros motivos de preocupação são a falta de estrutura para atendimento de dependentes e de recursos para prevenção, tratamento, reinserção social e combate ao tráfico. “A situação é muito aguda. Os dados vão poder mostrar melhor o problema”, acredita Paulo Ziulkoski, presidente da CNM, que enfatizou a falta de dados sobre o crack no Brasil. Informações do jornal O Globo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário